A contrapartida da caridade

Escrito por

Prefeita de Bombinhas, Ana Paula, disse num post sobre a contrapartida do uso do subsolo de Porto Belo pela empresa privada Águas de Bombinhas, termos como “auxiliar nossa cidade vizinha, cooperação, caridade, colaborar com o próximo”. Digo a Prefeita de Bombinhas, primeiramente que a contrapartida é da empresa, não da Prefeitura de Bombinhas. Porém, seguindo essa autodenominação de qualidades acima ditas pela Prefeita, podemos também dizer que povo de Porto Belo é colaborativo, caridoso, cooperativo e que auxilia a cidade vizinha: absorvemos os postes colocados ao lado esquerdo da avenida principal, juntamente com os postes de energia elétrica para nossa cidade, no lado direito, formam um grande e extenso “varal” e por isso mães desviam seus carrinhos com bebê, saindo da calçada, entrando na área de circulação de veículos. Caminhamos ou corremos, direito de qualquer cidadão, porém aqui em muitos dos trechos seguimos na pista de circulação de veículos, pelo mesmo motivo, os postes. Suportamos o trânsito provocado pelos turistas que seguem para Bombinhas; seguimos nesse mesmo trânsito, que não é nosso, para realizar compras, trabalhar, visitar amigos e familiares; a superlotação das linhas de ônibus para Itajaí e Tijucas, que ao mesmo tempo nos leva aos demais bairros da cidade. A maioria da recuperação da avenida principal de nossa cidade que serve de caminho para Bombinhas é realizada com dinheiro de impostos pagos exclusivamente pela população de Porto Belo. É um esforço diário. Somos caridosos, prova disso, receba essa informação com o objetivo de conscientizá-la sobre a importância do esforço do povo de Porto Belo para o bem também da sua administração. Acredito que povo de Bombinhas já reconheça nossos esforços.

Foto: redes sociais.

Comentários

Artigos da Categoria:
Destaque

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *