O MP obteve a condenação do proprietário de um terreno em Bombinhas por ter promovido desmatamento e extração mineral em área de preservação permanente sem licenças ambientais

Escrito por

Na ação, a Promotora de Justiça Lenice Born da Silva relata que no terreno pertencente a Romulo Melo Duarte, no Bairro Sertãozinho, Município de Bombinhas, foi degradada uma vasta área considerada de vegetação permanente.

 

Matéria divulgada no Click Camboriú diz que o terreno foi também utilizado para criação de animais e recebeu instalações como campo de futebol, churrasqueiras, banheiros e bar, o que impede a regeneração da área degradada. “Restou plenamente demonstrado que o requerido extraiu bens minerais e suprimiu vegetação sem o devido licenciamento ambiental, além de não recuperar a área degradada, sendo, portanto, responsável pelo prejuízo ecológico causado”, concluiu a Promotora de Justiça

Veja mais 

Comentários

Artigos por Tags:
·
Artigos da Categoria:
Meio Ambiente

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *