Prefeito de Porto Belo entra na Justiça para alterar a Lei Orgânica do Município, temendo ter seu mandato suspenso em decorrência da instauração da Comissão Parlamentar Processante

Escrito por

O Prefeito Evaldo, no dia 06/10/2015, promoveu perante o Tribunal de Justiça Catarinense, uma ação declaratória de inconstitucionalidade, objetivando derrubar alguns artigos da Lei Orgânica do nosso Município, que classificam atos que eventualmente possam ser praticados por ele como infrações político-administrativas, punidas com a cassação do seu mandato.

Dentre essas infrações está não só a nomeação, admissão ou designação de servidor em desacordo com a Lei, como também:

“- Ordenar ou efetuar despesas não autorizadas por lei, ou realiza-las em desacordo com as normas financeiras pertinentes;

– deixar de prestar contas, no devido tempo, ao órgão competente, da aplicação de recursos, empréstimos, subvenções ou auxílios internos ou externos recebidos a qualquer título;

– antecipar ou inverter a ordem de pagamento a credores do município, sem vantagem para o Erário;

– deixar de fornecer certidões de atos ou contratos municipais dentro do prazo estabelecido em lei.”

Entretanto, ao analisar o pedido liminar formulado na referida ação, o Nobre Relator Desembargador Vanderlei Romer decidiu por bem aguardar a manifestação da Câmara dos Vereadores e do Procurador-Geral da Justiça, afirmando que o Prefeito “está a defender interesse próprio, pessoal”  utilizando-se dos serviços do Procurador-Geral do Município, “conduta altamente questionável”

Ou seja, mais uma manobra do nosso tão bem assistido juridicamente Prefeito Evaldo!!!!

Fonte: www.tjsc.jus.br  –  ADIN nº 2015.069108-9.

Despacho (Acesso aqui)

Despacho - 16 10 2015

….

Leia também

Câmara de Vereadores aceita denúncia de cidadão contra o Prefeito Evaldo

Câmara de Vereadores divulga criação da Comissão Parlamentar Processante na apuração de possível prática de infração do Prefeito Evaldo

Câmara de Vereadores publica comunicado ao Prefeito Evaldo sobre a criação da Comissão Parlamentar Processante

 

Justiça Federal libera alvará para construção exigindo da Prefeitura a continuidade da “operação lacre” e mais fiscalização

A gestão do Prefeito Emerson e Vice Elias solicitou a revisão da medida liminar de…

Precisamos assumir nosso papel de Cidadão em prol de melhorias no transporte público

Transporte público um caos! Não há como deixar dessa forma. A população precisa de respostas…

Adoção em dose dupla

Uma novidade! Duas gatinhas vivem num lar temporário, inseparáveis desde o momento em que se…

Festa Agostina no NDI Lauro Prado

Data: Domingo, 19 de agosto, inicio às 14 h Local: Campo de Futebol Vila Nova:…

Agendado Audiência Pública para o projeto de nova praça em Porto Belo

Audiência Pública apresenta projeto para construção de nova Praça, em frente a Igreja Senhor Bom…

Precisamos de mais cuidado com as nossas crianças

A gestão do Prefeito Emerson e Vice Elias peca novamente por falta de planejamento. Recebi…

Resgatado cachorro em situação de maus-tratos

Hoje de manhã, recebemos a mensagem referente a um cachorro abandonado em situação de maus-tratos,…

Servidão Juvenal Custódio de Oliveira no Araça abandonada pelo poder público

Muitas regiões de nossa cidade estão abandonadas pelo poder público, não somente pela atual gestão..…

Justiça aceita denuncia do Ministério Público contra o Prefeito de Bombinhas

Quem lembra da confusão causada pelo então Vice-Prefeito e agora Prefeito de Bombinhas, Paulo Henrique,…

Ministério Público de SC acusa ex-prefeita Paulinha de perseguição à professora

Em 20 de fevereiro  de 2017 a professora A.B., de Bombinhas, deu depoimento no gabinete…

Comentários

Artigos da Categoria:
Cidadão · Dívidas · Na Justiça · Tô de Olho

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *