Prefeito de Porto Belo entra na Justiça para alterar a Lei Orgânica do Município, temendo ter seu mandato suspenso em decorrência da instauração da Comissão Parlamentar Processante

Escrito por

O Prefeito Evaldo, no dia 06/10/2015, promoveu perante o Tribunal de Justiça Catarinense, uma ação declaratória de inconstitucionalidade, objetivando derrubar alguns artigos da Lei Orgânica do nosso Município, que classificam atos que eventualmente possam ser praticados por ele como infrações político-administrativas, punidas com a cassação do seu mandato.

Dentre essas infrações está não só a nomeação, admissão ou designação de servidor em desacordo com a Lei, como também:

“- Ordenar ou efetuar despesas não autorizadas por lei, ou realiza-las em desacordo com as normas financeiras pertinentes;

– deixar de prestar contas, no devido tempo, ao órgão competente, da aplicação de recursos, empréstimos, subvenções ou auxílios internos ou externos recebidos a qualquer título;

– antecipar ou inverter a ordem de pagamento a credores do município, sem vantagem para o Erário;

– deixar de fornecer certidões de atos ou contratos municipais dentro do prazo estabelecido em lei.”

Entretanto, ao analisar o pedido liminar formulado na referida ação, o Nobre Relator Desembargador Vanderlei Romer decidiu por bem aguardar a manifestação da Câmara dos Vereadores e do Procurador-Geral da Justiça, afirmando que o Prefeito “está a defender interesse próprio, pessoal”  utilizando-se dos serviços do Procurador-Geral do Município, “conduta altamente questionável”

Ou seja, mais uma manobra do nosso tão bem assistido juridicamente Prefeito Evaldo!!!!

Fonte: www.tjsc.jus.br  –  ADIN nº 2015.069108-9.

Despacho (Acesso aqui)

Despacho - 16 10 2015

….

Leia também

Câmara de Vereadores aceita denúncia de cidadão contra o Prefeito Evaldo

Câmara de Vereadores divulga criação da Comissão Parlamentar Processante na apuração de possível prática de infração do Prefeito Evaldo

Câmara de Vereadores publica comunicado ao Prefeito Evaldo sobre a criação da Comissão Parlamentar Processante

 

“Quebrar o comércio de Porto Belo não é culpa de Bombinhas”, diz Prefeito de Bombinhas

O fechamento de comércios em porto belo não é problema da Prefeitura de Bombinhas!,  Assim…

Escola Tiradentes em Porto Belo tem constante falta de professores no período noturno

Recebemos essa informação de aluno da Escola Tiradentes: a respeito da Escola Tiradentes para alertar…

Mãe com criança pequena pega ônibus sem a devida orientação e percorre 40 minutos a mais

No dia 26 de outubro eu peguei o ônibus [da Praiana] lá na rodoviária de…

Cobrar a TPA na saída de Bombinhas aliviaria o trânsito em Porto Belo

Em janeiro de 2018, publicamos esse vídeo deixando claro, não só a cobrança da TPA,…

Comércio de Porto Belo pede extensão do tempo de cobrança da TPA de 24 para 72 horas

Comerciantes de Porto Belo cobram um posicionamento do Prefeito Paulo Henrique de Bombinhas sobre oficio…

Prefeitura responde sobre o gasto com divulgação dos resultados do campeonato de futebol no Vip Social

Vocês se lembram desse post na Página Cidadão Porto Belo? Questionando o pagamento de R$…

Moradora cuidou da frente da casa por 20 anos, agora a Prefeitura estragou tudo

Esta é a foto da frente da minha casa, que durante 20 anos esteve sempre…

“Quero ser gari”, diz criança que residiu em Porto Belo

Se perguntarem a muitos pais o que desejam para o futuro do seu filho, logo…

FECAM promove Seminário de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente em Porto Belo

Para fortalecer e ampliar o diálogo entre as diversas instituições que compõem o Sistema de…

GOR e FAMAP resgatam cão em situação de maus tratos

Na última quarta-feira (31) o Grupo de operações e resgate – GOR e a Fundação…

Comentários

Artigos da Categoria:
Cidadão · Dívidas · Na Justiça · Tô de Olho

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *