As crianças estão comendo menos nas escolas públicas?

Escrito por

Os investimentos em merenda escolar diminuíram nos últimos dois anos.  Pesquisando os valores no Portal Transparência destinados a Merenda Escolar,  encontramos: em 2013, foram gastos R$ 1.171.964,23, em 2014 R$ 1.056.548,67 (menos 9,8%) e em 2015 R$ 979.209,39 (menos 7,3%). O valor investido em 2015 foi 16,4% menor ao valor de 2013. Se considerarmos o valor da inflação, com possível aumento de valores dos produtos, essa diferença poderá chegar a 41%. Fica a pergunta: essas diferenças refletiram na quantidade e qualidade dos alimentos nas escolas públicas de Porto Belo? Alguém sabe?

Saiba mais:

Cidadãos reclamam do excesso de ovos na merenda de creches em Porto Belo (4 de julho de 2015)

Chega de ovo! Essa foi a mensagem que recebi de pais que reclamam que no cardápio das crianças, numa creche pública em Porto Belo, o ovo, cozido ou na omelete, é um alimento que repete muito, e no lanche das 14 h somente frutas. Em abril, a prefeitura de Porto Belo propagou que a alimentação escolar de Porto Belo é desenvolvida a partir de um projeto inovador, criado cuidadosamente por duas nutricionistas e que o almoço é composto por um tipo de proteína, um tipo de grão, salada crua e acompanhamento. “Nessa refeição tem ovo, carne, frango ou peixe, um tipo de feijão e arroz ou macarrão. O acompanhamento pode ser polenta, purê de batata ou aipim, ou ainda abóbora e a salada”, explica a nutricionista. Diante das informações que recebemos será importante os pais e responsáveis observarem o cardápio das creches. Assim poderemos mapear quais creches estão seguindo o cardápio prometido dentro do projeto inovador.

 

Artigos da Categoria:
Educação

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *