É assim ou a escuridão! Moradores de Porto Belo são obrigados a improvisar para ter energia elétrica

Escrito por

Querem um exemplo de rua abandonada? Aqui está! Rua Pedro Paulo dos Santos, Perequê. Não tem poste de iluminação pública, os moradores , no final da rua são obrigados a colocar o relógio de energia elétrica na rua paralela e de lá cada um puxa o fio para sua casa. São muitos fios percorrendo a frente de várias casas, todos colocados pelos moradores sem conhecimento profissional na área, um grande risco de vida. É isso ou a escuridão! Dias de chuva e vento é um grande perigo. Os moradores conversaram com vários prefeitos, incluindo a atual gestão do Prefeito Emerson Stein e Vide Elias Cabral, que prometeram durante a campanha e viraram as costas após eleitos. Falaram com a Celesc, essa disse que precisa da autorização do Prefeito e esse por sua vez, conforme os moradores relatam, não se mostra interessado em resolver a questão.  Estamos orientando os moradores a buscar apoio do Ministério Público. Veja onde chegamos, os moradores são obrigados a pedir ajuda à justiça para que a gestão pública cumpra o seu papel, o básico, fornecer energia elétrica. Vamos aos detalhes: a rua é formalmente constituída por lei municipal, moradores pagam IPTU como qualquer outro, incluindo taxa de iluminação pública que no final da rua é servida por um morador. Esse, paga a taxa como todos e mais a luz que serve para que essa parte da rua não fique na escuridão.

 

Comentários

Artigos da Categoria:
Sem explicação

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *