O 10º Prêmio Sorocaba de Música tem representante de Porto Belo

Escrito por

O Jornal Cruzeiro publicou que a organização do 10º Prêmio Sorocaba de Música divulgou nesta quinta-feira (30) as 24 canções finalistas do 10º Prêmio Sorocaba de Música – Festival Nacional de Música Popular Brasileira. O evento promovido pela Secretaria de Cultura (Secult) e organizado pela empresa Z-Eventos acontecerá no Teatro Municipal Teotônio Vilela (TMTV) nos dias 14, 15 e 16.   Das  547 canções inscritas, 24 foram selecionadas,  metade (12) são de compositores da própria cidade, Sorocaba (SP). Das canções de outras localidades, a Rio Riacho (Música: Lula Barbosa/ Letra: Bruno Kohl), de Porto Belo, está entre as selecionadas . Os demais compositores são das cidades  de São Paulo (SP), Vitória da Conquista (BA), Botucatu (SP), São João Nepomuceno (MG), Curitiba (PR), São Luis (MA).

O 10º Prêmio Sorocaba de Música acontecerá nos dias nos dias 14 e 15, às 20h, e no dia 16 às 19h30, a entrada é gratuita e os ingressos começarão a ser distribuídos no dia 4 de agosto.  Além dos troféus e certificados de participação, serão distribuídos um total de R$ 27.500,00 em prêmios, sendo R$ 8 mil para o 1º lugar; R$ 4 mil para o 2º lugar; R$ 2 mil para o 3º lugar;  R$ 500 para o Melhor Arranjo; R$ 500 para o Melhor Intérprete e R$ 500 para o Melhor Músico.  E as doze músicas classificadas para se apresentar na eliminatória receberão ajuda de custo de R$ 1 mil cada.  Saiba mais acesse Jornal Cruzeiro

Conheça a letra:

Rio Riacho
(Bruno Kohl – Lula Barbosa)

Rasga toda margem
sem pedir passagem
violento e sujo é o poder em si

redesenha a pedra
desafia a queda
Em um beijo a força quebra a flor em mim

malmequer pra sempre
de facão nos dentes
corta a selva e tenta me livrar do asco

Eu acho que o rio
vive a rir do riacho

a anti-miragem
que se faz mensagem
desmontando o inerte da montanha ao mar

traz ao céu tempero
sabe amar os tempos
refletir os flertes e todo linguajar

passo a eternidade
a buscar verdades
como um fruto novo a cair do cacho

Eu acho que o rio
vive a rir do riacho

Artigos da Categoria:
Exemplo

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *