Pesquisa revela que 41% dos usuários relutam ao compartilhar dados pessoais

Escrito por

A organização de comércio mobile global Mobile Ecosystem Forum (MEF) apresentou ontem (8)  o resultado de Relatório global sobre Confiança do Consumidor, realizado em parceria com a AVG Technologies, na Consumer Electronics Show (CES). O terceiro relatório anual da organização estuda as atitudes e comportamentos relacionados à privacidade e segurança de mais de 5 mil usuários de mídia móvel no Brasil, China, França, Alemanha, Índia, África do Sul, Reino Unido e Estados Unidos.

O relatório da MEF revela que 36% dos consumidores estão deixando de baixar e usar aplicativos e serviços por conta de preocupações com privacidade e segurança. Isso significa que por quatro anos consecutivos a confiança vem se mostrando a maior barreira para o crescimento no ecossitema mobile. E mais de 52% dos respondentes dos oito países já deletam aplicativos que causaram desconfiança, 38% apenas pararam de usá-los e 21% deixam comentários negativos ou aviso à amigos e conhecidos.

Além disso, poucos usuários estão confortáveis com a ideia de compartilhar dados pessoais com aplicativos ou prestadores de serviços mobile. Em 2013, 21% dos pesquisados disseram estar tranquilos ao compartilhar dados com apps. Em 2015, esse número caiu 6%. Já o número de ‘compartilhadores relutantes’, aqueles que não desejam compartilhar informações pessoais, mas que o fazem por querer usar o app, saltou de 33% no ano passado para 41% esse ano.

Significativamente, quase metade (47%) dos pesquisados afirmaram que pagariam um valor extra por aplicativos que garantissem que os dados coletados não poderiam ser compartilhados com terceiros, sendo que 17% pagariam até 10% a mais para garantir a proteção de seus dados.

Quando o assunto é segurança do aparelho, 23% dos usuários que protegem seus aparelhos usam mais de um método de proteção, com a biometria crescendo de 7% para 11% em relação ao ano anterior. No entanto, 21% dos respondentes ainda não fazem nada para garantir a segurança de seus aparelhos.
Segundo a CEO da MEF, Rimma Perelmuter,  “o 4º Relatório Global sobre Confiança do Consumidor da MEF destaca as significantes consequências do crescimento das preocupações dos consumidores acerca da privacidade e segurança no ecossistema mobile. Tendências comportamentais dos consumidores, como deletar apps ou deixar de usar apps já baixados são indicadores claros de que a indústria precisa fazer mais para construir relações sustentáveis e de confiança com o consumidor.” E destaca, “com 41% dos usuários se identificando como ‘compartilhadores relutantes’, o Relatório da MEF é um chamado para que a indústria colabore para introduzir cada vez mais transparência e confiança nos serviços móveis/digitais”, explica a executiva.

Atualmente, o Relatório da MEF identifica uma clara oportunidade para empresas que colocam a confiança como base de seus negócios, com 47% de usuários dispostos a pagar mais por aplicativos privacy-friendly. Este é apenas um exemplo de como a indústria móvel pode olhar para o consumidor consciente para estabelecer novos modelos de negócios e serviços que reconheçam usuários mobile como usuários com necessidades diferentes daqueles que estão offline.

“Devemos cooperar como indústria para ir além de simplesmente ser ‘bons o suficiente’ na proteção dos nossos clientes,” afirma Harvey Anderson, Chief Legal Officer da AVG Technologies. “Transparência e educação precisam andar de mãos dadas com o comprometimento da indústria em estabelecer e sustentar negócios centrados nas necessidades humanas e no respeito. As pessoas não devem ter que trocar sua privacidade e segurança para se beneficiar de serviços baseados em dados que estão disponíveis agora nem os que estão por vir. E cabe a nós para criar um bom futuro para esses usuários.”

Artigos da Categoria:
Tecnologia

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *