Servidores estão preocupados com o recebimento do salário

Escrito por

Para o Valmor  Guerrreiro Filho, procurador da Prefeitura de Porto Belo, caso os funcionários públicos da área de Educação e Saúde não recebam o salário  desse e dos demais meses, a culpa é da Câmara de Vereadores de Porto Belo. Esse foi entendimento dos servidores que tiveram acesso ao Oficio Circular encaminhado aos secretários e sindicato, informando que o pedido de complementação de valores feito pela Prefeitura de Porto Belo é um ato comum, como diz o oficio:  “em várias outras oportunidades, Projeto de Lei contemplando o mesmo objeto (suplementação orçamentária) já tramitaram e foram aprovados pela Câmara de Vereadores”.  Em parte isso é verdade, nos anos de 2013 e 2014, quando os vereadores João Paulo e João Mendes,  ambos do PP,  foram presidentes da Câmara, houve um esforço  e união da maioria absoluta dos vereadores para aprovação de todos os projetos encaminhados pela Prefeitura. Quem não se lembra da criação de Secretarias e cargos nesse período?  Agora o Prefeito Evaldo quer que continuem com o mesmo tratamento. Os funcionários públicos estão preocupados com esse jogo de interesses e mandaram um recado: “Serão 800 famílias sem salário esse mês.  Estará em votação no dia 19 de outubro, se a câmera não aprovar,  a greve vai começar e serão todas as áreas afetadas”.  Alguns vereadores consideram leviano o pedido da Prefeitura, citaram como exemplo que parte desse dinheiro remanejado  será retirado da verba destinada para realização de exames, que já é pouco.  Contra a Prefeitura também pesa o fato da verba destinada aos salários de servidores é de fácil projeção anual, assim esse problema poderia ter sido evitado. Dificulta o planejamento se houver, por exemplo, contratações desenfreadas e promoções não compromissadas com o orçamento previsto e todos esses fatores são controláveis. Muitos cidadãos reclamam da postura passiva dos vereadores, que não exercendo o seu papel de fiscalizadores contribuíram para esse desfecho, e dizem: “os vereadores falam muito e agem pouco”.

Oficio encaminhado as Secretarias

Pagamento dos salários - 16 10 2015 - 2

 

Oficio encaminhado a Câmara de Vereadores

Pagamento dos salários - 16 10 2015

Principais Comentários  na Página Facebook Cidadão Porto Belo:

Por Denise Dorneles

vamos por partes: o executivo tem que propor um orçamento anual e o legislativo deve aprová-lo; a execução do orçamento deve ser fiscalizada pelo legislativo; se, agora, faltam recursos para executar uma parte essencial do orçamento, temos duas hipóteses: ou a receita orçamentária não se realizou, ou os gastos previstos foram utilizados para outros fins; se a receita não se realizou (e é possível, pq repasses de outras instâncias governamentais se reduziram), o ajuste deveria estar sendo feito antes, com reorientação de previsões não essenciais – seria uma falha do executivo e bastante séria; se os gastos fugiram do orçamento, temos um erro do executivo com a conivência do legislativo, que é seu fiscalizador – creio que cabem esclarecimentos sobre a justificativa do redirecionamento de recursos para o fechamento do orçamento de 2015

Por Lucia Miranda

É muito triste ver toda essa situação , mas convenhamos, um prefeito não comanda uma cidade sozinho, as devidas fiscalizações não ocorreram pelo que parece, caso contrário não estaríamos nessa situação. Não adianta agora, ficar buscando culpados, e, sim, buscar solução , que não prejudique nenhum dos lados o que penso ser complicado.

 

Por Rui F Konig

a primeira verba a ser respeitada e mantida isolada de qualquer outro compromisso da Prefeitura, além dos funcionários, é a da Educação e Saúde. Não adianta apresentar subterfúgios, gastando a verba em outras finalidades ( propaganda enganosa e auditoria que não mostra resultado algum ) e depois jogar a bomba nas mãos da Câmara. Há que se ter responsabilidade na gestão do dinheiro público.

 

Por Brito Junior

É fácil botar a bomba no colo dos outros. O procurador do município deveria explicar o porquê dessa necessidade de suplementacoes. Se houvesse planejamento e respeito com o dinheiro público isso não seria necessário. Quanto a preocupação dos funcionários sobre o pagamento, podem ficar tranquilos que iremos aprovar o PL 064/2015 com ressalvas. Dos 2.300.000,00 apresentei emendas Supressivas retirando os valores que seriam retirados da merenda escolar e medicamentos. Portanto, esses valores continuarão nas suas origens, podendo o restante ser suplementado, por serem valores passivos de remanejamento e não interferirem nos atendimentos diarios da comunidade.

 

Veja também:

Prefeitura de Porto Belo no sufoco para pagar a folha de pagamento

 

 

Deter diz que a responsabilidade de mudança de ponto final é da Prefeitura de Porto Belo

No dia 30 de janeiro de 2019, em plena temporada, encaminhamos questionamento ao Deter via…

Terminal Rodoviário em Perequê continua com os banheiros fechados aos domingos

Um terminal rodoviário deveria no mínimo oferecer acesso livre aos banheiros até o último horário…

Praça do Jardim Dourado precisa de manutenção urgente

Mais manutenção! A praça do Jardim Dourado, em frente ao Núcleo de Desenvolvimento Infantil Primeiros Passos,…

A partir de 30 de novembro será proibido o uso de canudos de plásticos nos comércios de Porto Belo

Com a lei nº 2744, de 21 de março de 2019, os hotéis, restaurantes, bares,…

Prefeito Emerson Cria o cargo de Diretor de Iluminação Pública

Você sabia que a Secretaria de Obras e Infraestrutura Urbana, agora tem o Diretor de…

Limparam a Rua Estrela Dalva, Perequê, após pressão popular

BOA NOTÍCIA! Postamos a situação da rua Estrela Dalva e conferimos se resolveram. Foram lá,…

Terminal Rodoviário José Carlos Moreira tranca o acesso aos banheiros nos domingos

Estive hoje no Terminal Rodoviário José Carlos Moreira, em Perequê, tendo como responsabilidade ser a…

Gestão Emerson e Elias fechou contratos de R$ 511 mil com artistas para shows

O valor total empregado pela Gestão do Prefeito Emerson Stein e Vice Elias Cabral com…

Os medalhões de Jiu-jitsu querem mais atenção da Prefeitura de Porto Belo

No dia 20, quarta, estive juntamente com pais de atletas de 6 a 16 anos…

As idas e vindas do tratamento de esgoto em Porto Belo

*Por Miriam Melim Porto Belo, uma pequena cidade com pouco mais de 20.000 habitantes, tem…

Artigos da Categoria:
Cidadão · Dívidas · Secretarias · Tô de Olho

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *